Ministério do Adolescente

O Papel do Líder

Como homem, Jesus cresceu em sabedoria, estatura e graça se tornando o nosso modelo. A vida dEle nos mostra que é possível, que podemos instruir as novas gerações de tal forma que elas compreendam a necessidade de ter comunhão com Deus, sintam o desejo de ama-Lo, que suas atitudes reflita essa mudança interior e outras pessoas vejam Deus através delas.

O que fez diferença na vida de Jesus nos tempos bíblicos pode fazer diferença nos nossos dias. O cuidado, acompanhamento, aconselhamento e a instrução unidos com o amor e a amizade, pode nos tornar hábeis mentores das novas gerações assim como Maria e José foram os mentores de Jesus.

O mentoreamento é um processo de caminhar junto, instruindo e guiando de forma segura e redentora. Pais e professores devem se debruçar sobre esse tema e fazer desse processo o seu estilo de vida.

É o nosso papel como líderes do MC e MA estimular e incentivar para que o mentoreamento seja uma realidade na nossa comunidade cristã. Devemos ressaltar que para o processo acontecer, ele deve começar na minha casa, com o meu estudo diário entendendo que antes de tentar fazer com que outros provem dessa nova vida eu tenho que provar, sentir e viver. O segundo passo está na comunidade cristã, na nossa igreja. O homem foi feito para viver em comunidade e uma rede de amigos cristãos trará alegria, consolo e motivação para seguir nos dias de angustia. E o próximo passo e a nossa compreensão da missão pessoal, o desejo de ensinar/proteger outras pessoas e transmitir as boas novas do céu.

Da mesma forma que Jesus foi tentado pelo inimigo nossas crianças e adolescentes o serão e por este motivo devemos nos preparar e de forma intencional trabalhando juntos para que a influência da igreja seja maior e real na vida deles.

Os princípios básicos do discipulado das novas gerações são: Pais/Mentores devam compartilhar impactos pessoais da verdade de Jesus;

Pais/ Mentores devam convidar a criança/adolescente a se comprometer com a verdade;

Pais/Mentores devam explorar com a criança/adolescentes como aplicar e compartilhar esta verdade.

Através desses princípios aplicados na rotina da igreja e com parceria das famílias perceberemos uma nova geração que se levantará para restaurar a adoração ao único Deus assim como Jesus fez.

Deus tem orientado a sua igreja e com o apoio de diversos projetos devemos preparar, capacitar e motivar diretores, coordenadores e professores do ministério da criança e do adolescente para desenvolver e estimular o processo discipulador de Cristo nas classes da escola sabatina instruindo os pais que o discipulado deve começar nos lares e que esse processo seja relevante, atual e pontual levando nossas crianças e adolescentes a se tornarem conhecedores profundos da palavra de Deus.

Léia Guimarães Costa

Auxiliar do Ministério da Criança e Adolescente
Associação Norte do Pará

Download